KNITTING = TRICOT

CICLO “25 DE ABRIL, 25 MULHERES, 25 LIVROS” (DIA # 10)

Eu cresci entre novelos de lã e agulhas de tricot e crochet. Mas confesso apesar de muitas tentativas (a última no natal passado) nunca aprendi de verdade. Mãe, ainda não desisti!!! 

Mas o bom é sabermos que algo que gostamos muito de fazer nos faz tão bem.

Anteriormente acontecia-me com a corrida, agora com o tricot.

Existem vários estudos que falam dos benefícios para a saúde de tricotar. Os movimentos repetitivos que efectuamos provocam uma sensação de relaxamento no corpo que ajuda a aliviar o stress, a ansiedade, a depressão, baixam a pressão sanguínea e ajudam inclusive a gerir a dor crónica.

Os senhores médicos explicam que tricotar altera a química do cérebro, no sentido que diminui a libertação das hormonas do stress e aumenta os níveis de serotonina e dopamina, que provocam o bem-estar. Muitos falam que esses movimentos repetitivos activam as mesmas partes do cérebro que a meditação e o yoga.

Lembro-me de estar a ver a minha mãe tricotar, e ela contar-me, como fazer as minhas camisolas e gorros, a ajudava conectar com ela mesma. Hoje estamos tão viradas para as solicitações exteriores, que acho que o momento de tricotar é mais do que nunca um momento de encontro com nós mesma. Uma forma de ‘dar slow’ a nossa vida agitada. Assim como um momento que pode proporcionar a partilha com outras pessoas quando tricotamos em grupo.

Vendo a minha mãe, a minha avó e algumas amigas delas a tricotar, mesmo eu não tricotar grande coisa, percebi que nos ajuda a ser pacientes, tricotar toma o tempo. Tricotar é um acto criativo e é generosidade de horas passadas ao redor de uma peça que vamos usar ou oferecer, ou até vender, caso o nosso exercício de procrastinação seja o nosso projecto de vida e sustento.

Em relação às crianças existem múltiplos benefícios também. Quando tinha 8/9 anos aprendi no ATL técnicas de tricot e crochet. Nas escolas Waldorf integram o tricot no que equivale ao nosso 1º ano do 1º ciclo. Tricotar aumenta a interacção entre o lado direito e esquerdo do cérebro. Tricotar faz-nos seguir esquemas, desenvolve a motricidade fina que mais tarde vai ser tão solicitada. O tricot também faz uma óptima parceria com a matemática, pois dá-nos uma concretização prática da adição e da multiplicação. Além disso tem muito de resolução de problemas e lógica.

 Isto é só coisas boas!

E agora, vamos aprender?! :)

Com os dois livros de Erika Knight vai ser fácil e motivador.

Tricot Simples e Crochet Simples são livros práticos de tricot e crochet, concebidos de forma a ensinar as técnicas mais importantes durante a criação de uma invejável colecção de peças em malha.

9789898752055_1423505136

BANNER comprar 10

«Tricotar fascina-me. Provavelmente por ser uma actividade simples cujo domínio está ao alcance de qualquer pessoa. (...) Espero que possa partilhar o meu amor por esta arte e que encontre nestas páginas a inspiração para pegar nas agulhas e deitar mãos à obra.» Erika Knight

Erika Knight é uma conceituada designer de malha e crochet, que criou peças para marcas como a Gap, cada um dos projectos destes livros introduz uma nova técnica e simultaneamente consolida através da prática as aprendizagens adquiridas nos projectos anteriores.

167

BANNER comprar 10

#JUNTASCONTINUAMOSAFAZERACONTECER

Um abraço da vossa livreira vermelha,

Image and video hosting by TinyPic

Anúncios

A tua opinião é importante

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s