Livraria no Porto

A Confraria Vermelha Livraria de Mulheres tem como meta construir, através dos livros, uma casa própria para escritoras, leitoras e outras criativas. Um quarto próprio com sofá, livros e chávenas de chá para desfrutar juntas e criar redes. A Confraria Vermelha é uma livraria que nasce com a vocação de desenhar a genealogia das vozes de mulheres e de situar as escritoras no lugar que lhes corresponde, pois ainda é necessário e urgente reconhecer a importância dos contributos literários que as mulheres têm feito e que muitas vezes são silenciados.

Hélia Correia ou Sylvia Plath, ou Mary Shelley, ou Ingeborg Bachmann, ou Virginia Woolf, ou María Llopis, ou Clara Janés, ou Yolanda Castaño, ou Caitlin Moran, ou Virginie Despentes, ou Amélie Nothomb, ou Natalia Ginzburg, ou Chika Sagawa, ou Silvina Ocampo, ou Maria Teresa Horta, ou Teolinda Gersão, ou Natália Correia, ou Chantal Maillard, ou Cristina Rivera Garza, ou Maria Mercè Marçal, ou Isla Correyero, ou Emma Cline, ou Hilda Hilst, ou Anne Carson, ou Yasmina Reza, ou Lucy K. Shaw, ou Safo, ou Jenn Díaz, ou JK Rowling, ou Lídia Jorge, ou Alice Munro, ou Svetlana Alexievich, ou Catalina Stanislav, ou Carmen Laforet, ou Alexandra Lucas Coelho, ou Lisa Dierbeck, ou Angela Carter, ou Alejandra Pizarnik, ou Elena Medel, ou Joyce Mansour, Carson McCullers ou Elena Garro, ou Iris Murdoch, ou Joan Didion, ou Simone de Beauvoir, ou Belén Gopegui, ou Jane Austen, ou Sara Torres, ou Montserrat Roig, ou Elvira Lindo, ou Anne Sexton, ou Emilia Pardo Bazán, ou Sharon Olds, ou Matilde Campilho, ou Emily Witt, ou Milena Busquets, ou Marie Darrieussecq, ou Luiza Jorge Neto, ou Dorothy Parker, ou María Sánchez, ou Margaret Atwood, ou Rosalía de Castro, ou Maria Isabel Barreno, ou Luciana Peker, ou Laura Fernández, ou Forough Farrojhzad, ou Ana Teresa Pereira, ou Emily Dickinson, ou Gioconda Belli, ou Carmen Martín Gaite, ou Patti Smith, ou Maria Velho da costa, ou Emily Berry, ou Valeria Luiselli, ou Ana Luisa Amaral, ou Ana María Matute, ou Julianne Pachico, ou Natália Litvinova, ou Elena Ferrante, ou Fatena Al-Gurra, ou Claudia Apablaza, ou Chimamanda Ngozi Adichie, ou Mariana Alcoforado, ou Agatha Christie, ou Dorothy M. Johnson, ou Roxane Gay, ou Lara Moreno, ou Andrea Wulf, ou Gabby Bess, ou Amalia Bautista, ou Delphine de Vigan, o Lucía Baskaran, ou Mina Loy, ou Ida Vitale, ou Lola Nieto, o Alfonsina Storni, ou Elvira Navarro, ou Susan Sontag, ou Carolina de Jesus, ou Diane di Prima, ou Tálata Rodríguez, ou Anaïs Nin, ou Nina Yargekov, ou Lygia fagundes Telles, Ou Clarice Lispector, ou Sara Herrera Peralta, ou Donna Tartt, ou Selva Almada, ou Valérie Mréjen, ou Ana Hartley, ou Manuela Amaral, ou Lila Azam, ou Tracy K. Smith…

… ou a que a ti te apetecer. Mas quando falemos de literatura vamos citar também mulheres!

Esperamos por ti na Rua dos Bragas nº32, Porto

Anúncios