Oficina Online de Leitura Criativa Mulheres que correm com(o) lobas 

No último quadrimestre de 2018 vamos ter a 1ª versão online da oficina de leitura criativa  Mulheres que correm com(o) lobas. 

imagem

Oficina ONLINE de Leitura Criativa
Mulheres que correm com(o) lobas 

Oficina Online Mulheres que correm com(o) lobas tem como ponto de partida a leitura criativa dos contos do livro Mulheres que Correm com Lobos.

É cada vez mais comum entre as mulheres que desempenham diversas atividades assumindo responsabilidades em casa e no trabalho, sintomas como desânimo, falta de motivação, criatividade, ansiedade, medo, depressão, stress. Estes sinais surgem junto com o desenvolvimento de uma cultura que tenta transformar a mulher num ser submisso, domesticado, desconectado de si mesmo.

4ª edição da oficina de leitura criativa e a 1ª edição online, seis sessões para explorar os contos do livro Mulheres Que Correm Com Os Lobos da autora Clarissa Pinkola Estes, com a proposta de auxiliar no resgate e fortalecimento da aceitação, intuição, criatividade, emoção e percepção de si potencializando a força transformadora que cada uma tem dentro de si.

METODOLOGIA

A metodologia das Oficinas Confraria é aberta e participativa, procurando o envolvimento de todas/os participantes desde um olhar crítico, lúdico e criativo. Abrindo espaço e prioridade aos textos e exemplos de escritoras e criadoras, contribuindo assim para a visibilidade e procurando reescrever a autoridade feminina como base do nosso acesso ao conhecimento e aprendizagem.

A oficina ONLINE de Leitura Criativa Mulheres que Correm com(o) Lobas vai desenvolver-se de forma virtual numa plataforma digital criada com mimo, curiosidade e vontade de partilhar e criar juntas.

Cada segunda feira encontrarás:
– Uma pílula teórica
– Uma proposta de leitura criativa.
– Um espaço de debate para que todas possamos partilhar os nossos processos de leitura e reflexão.

Quando? Como? Quanto?

Para esta nova aventura de arqueologia literária abrimos 15 vagas. São pouquinhas mas é a única maneira de fazer o acolhimento de cada participante com mimo e proximidade.

Inscrições de 9 de Agosto a 30 de Agosto
Para te juntares basta enviar um email para livrariaconfraria@gmail.com
Sócias de vida (+info) e estudantes 15% de desconto. 

As 6 sessões da oficina têm um preço de:

Normal (só em território português)
35€, inclui o livro, edição portuguesa que será enviado via CTT + 6 sessões online.

Simples (desde qualquer parte do mundo)
25€, inclui 6 sessões online.

Ambas inscrições incluem: matrícula, materiais, acesso ilimitado à plataforma online…

Começamos dia 17 de Setembro. 

Objetivos desta oficina 

Adoro a ideia de pensar em mim, em nós (mulheres) como arqueólogas e acredito que existem bons motivos para o fazer e que temos boas ferramentas para começar a colocar em prática o que gosto de chamar de arqueologia pessoal: a nossa persistência, a nossa paciência, a nossa capacidade de observação, curiosidade e instinto, qualidades para uma boa arqueóloga nascer… principalmente o instinto… um instinto poderoso, estimulante que nos surpreende com a sua capacidade de encontrar o que se anda a procura.

Esta oficina procurar Rasgar Romper e Florescer. Fazer uma viagem de arqueologia pessoal para encontrar partes de ti, de nós… esquecidas ou adormecidas. 

Rasgar

Rasgar, é  o momento de entrar no Bosque. As plantas ensinam-nos que o pior que pode acontecer a uma pessoa não é morrer, mas sim viver morto, sem estilo, sem perfume próprio. No presente está o passado e o futuro.

Cada segundo determina simultaneamente o futuro e expressa o ontem. Na semente está o Bosque. Por isso como Lobas irrompemos pelo bosque, guiadas pelo nosso instinto e farejando vamos Rasgando o caminho… deixando as sementes…rasgando as camadas que obscurecem a nossa verdadeira essência de Mulheres-Lobas, Mulheres-Selvagens. Rasgando e transformando obstáculos em oportunidades. Curar as raízes sem perder as asas.

Romper

Romper é a etapa do “alumbramento”. Chegadas a este momento da viagem as contracções começam e o nosso parto também.

Renascer de nós mesmas mais plenas e livres. Com uma nova oportunidade para procurar novos caminhos, novas estrelas-semente, novos encontros. Antes de florescer caminharemos como sementes descalças, para sentir a temperatura da Terra quente. Para sentir a chuva… e para nos fortalecermos. Rompendo… Renascendo em forma de pequena semente…a terra, a chuva, a luz, o tempo, a paciência e a força de vontade fazem-nos renascer plenas.

Florescer

Florescer… Abrir as asas e voar.

Espero por ti nesta viagem!!

Anúncios