Phillis Wheatley e o reconhecimento da existência de uma literatura legitimamente Afro-americana.

Andamos a reorganizar as estantes da livraria online e entre arrumações nascem estantes como a de literatura de expressividade Afro-americana.

A estante de Literatura Afro-americana nasce da inspiração que nos deixou a poeta Phillis Wheatley (1753-1784). A primeira mulher afro-americana a publicar um livro e conquistar reputação internacional como escritora.

Mas deixem-me começar por escrever sobre Lucy Terry.
Lucy Terry é autora da obra mais antiga conhecida da literatura Afro-americana, um poema com o nome de “Bars Fight”.  Terry escreveu este poema em 1746, após um ataque dos índios locais sobre a cidade de Deefield, no Massachusetts,  sendo escravizada à época da invasão.

O poema foi publicado pela primeira vez em 1854, com um dístico (estrofe em duas linhas rimadas).

Anos depois encontramos a poetisa Phillis Wheatley (1753-1784) que publicou a obra “Poems on Various Subjects – Poemas sobre Vários Assuntos” no ano de 1773, três anos antes da declaração da Independência dos Estados Unidos.  Ela não foi apenas a primeira Afro-americana a publicar um livro, mas também a primeira a conquistar uma reputação internacional como escritora.

Poems On Various Subjects Religious And Moral de Phillis Wheatley

Nasceu no Senegal, África, foi capturada e vendida ao sistema escravagista com a idade de sete anos.  Levada para a América do Norte para ser propriedade de um mercador da cidade de Boston.  Ao atingir a idade de 16 anos,  já possuía o domínio integral da língua inglesa.

A escrita de Phillis Wheatley era elogiada por muitas figuras públicas da Revolução Americana, incluindo George Washington, que lhe agradeceu um poema escrito em homenagem a ele. Algumas pessoas da elite americana desacraditavam o facto de uma mulher afrodescendente ser capaz de produzir poemas tão refinados. A poeta teve que se defender em tribunal para provar que tinha sido ela a escrever a sua obra. Alguns críticos citam a defesa bem sucedida de Phillis Wheatley como o primeiro reconhecimento da existência de uma literatura legitimamente Afro-americana.

Na estante de literatura Afro-americana esperam por vocês uma seleção de livros ansiosos de serem lidos. 

 

texto escrito por

A tua opinião é importante

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s