Explicar o mundo desde outra perspectiva

De Olhos Pousados em Deus lido no século XXI não pode ser considerado um livro feminista na sua essência. Nas suas páginas Zora Neale Hurston apresenta-nos o grande amor de Janie, a protagonista, um homem bom mas que num dos capítulos a esbofeteia-a para demonstrar quem manda em casa, o incidente é narrado sem maior importância. Contudo, De Olhos Pousados em Deus lido em 1937, ano no qual foi publicado, deve ter sido toda uma revolução. Hurtson cometeu um acto revolucionário com o mero facto de escrever um romance e centrar a sua história numa mulher afroamericana como ela, separada da escravidão por apenas duas gerações e que termina revelando-se contra uma sociedade que a julga constantemente.

“gente feia de ignorância e atravessada pela pobreza.”

A vida de Janie é narrada através das relações com os diferentes homens da sua vida. Obrigada a casar aos 16 anos foge desse casamento e do primeiro marido por amor mas vemos como a sua personalidade rebelde é domesticada pelo segundo marido. A morte dele supõe para ela uma libertação e assim surge uma mulher que vence o medo imposto (herdado) pela avó de ficar sozinha, sem a protecção de um homem e assim, libertar-se de uma sociedade patriarcal que a prende sem correntes.

A sociedade que julga a Janie é completamente negra. As personagens brancas ficam na margem e não aparecem na história mas sim mencionadas como terceiras pessoas em relação com as personagens afroamericanas. Contudo, o racismo é um tema presente neste romance de Hurston, especialmente evidente na personagem da senhora Turner, uma mulher afroamericana de pele mais clara e que despreza os seus vizinhos pelo tom da sua pele e tenta convencer a Janie de que existem graus na escala da identidade negra.

O romance De Olhos Pousados em Deus é principalmente um reflexo da luta quotidiana de uma mulher nos Estados Unido no fim do século XIX e princípios do século XX. E o mais importante, é narrado desde uma perspectiva própria e quase sempre silenciada na história estadounidense, a das mulheres afroamericanas. Esta é uma das razões pelas quais a história de Janie e tão relevante na literatura escrita por mulheres porque a valentia e a criatividade de Zora Neale Hurston nascem da necessidade de explicar o mundo desde outra perspectiva.

“De Olhos Pousados em Deus”  está disponível na LIVRARIA da Confraria Vermelha Livraria de Mulheres caso o meu texto tenha despertado o teu interesse, deixo-te um pequeno presente, um desconto 5%  e portes gratuitos ♥

Anúncios

A tua opinião é importante

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s