Com vocês ando melhor

20161029_165716

Uma jornada é diferente de uma viagem.

As viagens são, ou podem ser, monótonas: o caminho é conhecido, tudo é planeado, vamos de um ponto A para um ponto final B.

Na jornada não. Não há espaço para a monotonia numa jornada.

Uma jornada é algo mágico. Colocamos uma intenção no coração, uma vontade nas pernas e seguimos sem saber exactamente o que nos espera e onde podemos chegar.

Numa jornada existe mistério e surpresa. Medos e alegrias. Conexão e vínculo profundo entre aquelas pessoas que caminham juntas. Se o fazemos sozinhas esse vínculo profundo é com nós mesmas.

20161029_173011
Conversas Para Lê-Las & Confraria Vermelha ♥

Uma jornada é aquilo que nos faz sentir humanas, pertencentes a um fluxo de evolução que é maior que nós mesmas.

E ao final de toda a jornada o que fazemos?

Olhamos para trás e damos conta do quanto vivemos e aprendemos.

Porque até então, olhávamos simplesmente para a frente, para o que vinha a seguir, o que vamos encontrar e viver na próxima curva, e normalmente nem nos damos conta de todas as conquistas e descobertas que fazemos.

E muitas pessoas acham que o sentimento de felicidade e realização vem de termos conseguido chegar no topo da montanha, ou no final do caminho, mas não é não…

O sentimento de realização e felicidade que sentimos no final de uma jornada vem quando paramos, respiramos, olhamos para trás e nos damos conta de tudo o que vivemos. Olhamos para o nosso “eu” no passado e vemos que o “eu” no presente é outro, mais rico, mais complexo, mais inteiro.

É o sentimento de evolução que nos faz sentir que a jornada valeu a pena. Que valeram a pena as bolhas nos pés no meio do caminho, o cansaço físico e emocional, e que cada pensamento de desistência tinha um motivo, e que esse motivo era uma ilusão agora desfeita, pequena e irrelevante.

E é esse contraste entre o “eu” do começo e o “eu” do final, que nos inunda por um sentimento de gratidão.

E sentimo-nos gratas por muitas coisas:

  • pelo que aprendemos sobre nós mesmas,
  • pelos livros lidos,
  • pelas amizades feitas,
  • pela sororidade recebida,
  • pelas partilhas,
  • pelas experiências vividas,
  • pelas escritoras descobertas.

Mas no final, o nosso maior sentimento de gratidão vem bem lá de dentro de nós. Bem lá do fundo.

Uma gratidão por aquela voz interior, aquela intuição  que muitas vezes sussurra baixinho dentro de nós, dizendo:

“Vai lá, mergulha, salta. Tu mereces. Permite-te.
Vive o que tiver que ser vivido. Confia.”

E sentimo-nos gratas por ter ouvido aquela voz interna tão íntima.

E sentimo-nos gratas por nos permitirmos viver, por nos permitirmos ser humanas com todas a nossas imperfeições.

Sentimo-nos gratas por confiar na nossa intuição e mergulhamos na experiência da vida.

No final de contas a minha/a nossa maior gratidão vem por estarmos aqui e agora, vivendo este projeto que nós criamos, nós escolhemos e acolhemos, por mais imperfeito e cheio de desafios que ele seja.

E gratidão é um veículo para a felicidade!

E a nossa comunidade da Confraria Vermelha começou esta jornada em Dezembro 2014. E desde então muitas Confreiras e amigues se têm juntado a esta jornada.  Muitas vezes me dizem que tive muita coragem ao começar este projecto, um ano depois da abertura de portas  deste nosso quarto próprio digo-vos, uma vez mais, que se alguém teve coragem foram vocês (sim tu!) por acreditar nesta ideia, neste sonho e se juntarem a mim nesta jornada.

“Companheira me ajuda

Que eu não posso andar só,

Eu sozinha ando bem

Mas com você ando melhor”

Ao longo deste ano aprendi com todas e cada uma de vocês, que coragem significa agir com o coração, significa permitir-me explorar a vida com toda a sua intensidade, cores e sabores.

Sei dúvida, está a ser uma jornada cheia de aprendizagens e onde posso/podemos expressar toda a minha/a nossa potência. Grata pelo sorriso no meu rosto.

Um abraço da livreira disléxica e bilinguisticamente baralhada ♥
A.

20161029_173431

untitled2

Anúncios

A tua opinião é importante

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s