ANTES DO DRÁCULA…

… FOI CARMILLA

A literatura, como outras artes, é um constante ir e vir de influências e releituras, por isso é muito fácil encontrar antecedentes e referências. Inspiração em obras anteriores! Até mesmo em obras amplamente conhecidas, como por exemplo a obra gótica Drácula (1897).

Adoro vampiros!

O conhecido Drácula tem uma importante e clara influência literária, escrita 25 anos antes, é uma breve novela intitulada Carmilla de Josep Sheridan Le Fanu 1871, escritor irlandês que ficou esquecido.

IMG_20160608_194127

Temos que recuperar esta obra, tirar-lhe o pó e conhecer a sua personagem.

Antes do Conde Drácula, arquétipo do vampiro moderno e referência incontornável desta tribo de seres da noite, existiu uma jovem chamada Carmilla, uma vampira lésbica.

Quem é Carmilla?

Carmilla conta-nos a história de Laura, uma jovem inglesa que vive num castelo na Europa oriental. Um dia, há um acidente perto do castelo com duas mulheres: Carmilla e a sua mãe.
A mãe de Carmilla pede ajuda ao pai de Laura; pede-lhe que aloje a sua filha enquanto ela da seguimento a sua viagem prometendo regressar no prazo de três meses para buscar a sua filha. Depois a trama leva-nos pela relação que Laura e Carmilla constroem. Através de Laura, começamos a perceber que os sentimos de Carmilla são mais intensos do que numa amizade e que a jovem tem um comportamento peculiar: dorme de dia e tem ataques repentinos de ira. A história termina quando descobrem a verdadeira identidade da jovem e o seu amor por Laura.

 Drácula e Carmilla

Existem diferenças e similitudes entre Carmilla e Drácula que me parece importante resgatar: É verdade que na primeira a vampira é do sexo feminino e na segunda, o vampiro é do sexo masculino mas ambas são nobres, contudo Drácula é heterossexual e Carmilla é lésbica quebrando assim a heteronormatividade sexoafectiva.

Ambas obras, têm uma personagem experta em vampiros e que terminam por resolver o mistério: Van Helsing em Drácula e Barón Vordenburg em Carmilla.

Depois temos a mulher de rosto rosado, esbelta e languida, de olhos grandes e lábios carnudos e que cai em recorrentes estados de sonambulismo: Luci em Drácula e Carmille na obra de Le Fanu. Mina, na segunda, e Laura, na primeira, também tem uma estreita similitude.

Ambas obras estão escritas na primeira pessoa, como se de um diário se tratasse, uma característica recorrente na Literatura Gótica. Outra semelhança são as personagens de Bertha Rheinfeldt em Carmilla e Renfield em Drácula ambas vítimas do feitiço vampírico. Por último, outra clara influência de Carmilla sobre Drácula, é o facto de ambas histórias se situarem na mesma região do velho continente: A primeira em Estiria e a segunda, apesar de terminar na Transilvânia, os primeiros rascunhos de Bram Stroker situavam-na em Estiria.

Carmilla não é uma obra de referência, nem sequer é uma obra conhecida, nem é considerada uma obra prima da literatura gótica, mesmo apresentando elementos clássicos do género e ter influenciado obras da literatura ocidental. Contudo, tem sido objecto (nem sempre muito feliz, porque algumas das obras objectificam demasiado a sexualidade de Carmilla e das suas vítimas) de adaptações cinematográficas, series de TV, videojogos e banda desenhada.

Como já disse eu gosto de vampiros, esses descendentes de mitos, lendas e rituais de todos os povos da terra e de todos os tempos, o arquétipo do vampiro tem marcado a relação dos humanos com a natureza, da morte com o corpo mas Carmilla é mais do que isso, Carmilla expôs pela primeira vez, no universo vampírico, uma feminidade moderna, a mulher dona da sua sexualidade, o amor e desejo erótico entre mulheres. Desta forma esta personagem rompe com um tabu da modernidade e talvez nos abra a porta para o antónimo de puritanismo/libertinagem: LIBERDADE.

Adoro vampiras!

Anúncios

A tua opinião é importante

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s