As leitoras da Confraria #2

Escrever é que é o verdadeiro prazer; ser lido é um prazer superficial.
Virginia Woolf

Este post faz parte da rubrica perigosas de tanto lerem… , um bloco que reúne breves entrevistas a leitoras. Este bloco de entrevistas é dedicado às mulheres que aprendiam a ler (por exemplo as mulheres de finais do século XVII) e que eram, nas suas épocas, consideradas perigosas: “É que a mulher que lê adquire um espaço a que só ela e mais ninguém tem acesso, o que a leva a desenvolver um estado independente de auto-estima. Além disso, “cria a sua própria visão do mundo, não necessariamente correspondente à transmitida pela tradição, nem à dos homens”. Claro que nada disto significa ainda a sua libertação da tutela patriarcal, “mas abre a porta que conduz à liberdade.

Para ler todas as publicações desta rubrica , clica aqui. 

*entrevista feita em Dezembro 2015

 

12190804_987278161293467_5598538138339157137_n
A Luisa visitou a Confraria quando passou pelo Porto. Falou-nos do projecto Mulher e Literatura: Vozes Consequentes.

Q tipo de leitor@ és?

Aquela que busca explicação para tudo. Sou o tipo da leitora que antes de começar a leitura propriamente dita, avalia todos os detalhes da configuração física do objeto livro: Como é a capa, se tem orelha, qual o papel usado para capa e miolo, o formato, a diagramação, a gramatura do papel, as laminações, é colado ou costurado, quais as fontes empregadas, a ficha técnica da obra…

Se a tua vida fosse um libro, qual seria o género?

Um livro de haicais.

As escritoras que escreveram os livros que mudaram a tua vida são…

… arrebatadoras: Virginia Woolf, Clarice Lispector, Helena Kolody, Anita Philipovsky, Zahidé Lupinacci Muzart.

Abre em qualquer página o 1º livro que encontrares. Agora escreve aqui a primeira frase que vires! Qual era o livro?

“E Malala voltou a sorrir. Porque continuava sendo apenas uma menina que queria ir para a escola.” Do livro: Malala, a menina que queria ir para a escola, de Adriana Carranca, Editora Companhia das Letrinhas

Que livro estás a ler agora?

Malala, a menina que queria ir para a escola, de Adriana Carranca, Editora Companhia das Letrinhas

Leitora 
Luísa Cristina dos Santos Fontes - 57 anos - Brasil
Anúncios

A tua opinião é importante

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s