6 Março 2016

O que vai acontecer num 6 de Março como o de hoje na Livraria Confraria Vermelha

Para além de futura livreira»» sou contadora de histórias e nas sessões de contos costumo contar que no tempo em que as deusas, os deuses, as mulheres e os homens conviviam na antiga Grécia havia uma lenda… a lenda de uma velha que fazia nascer o riso e a alegria balançando a sua anca e levantado as suas 7 saias.  É a lenda da velha Baubo.

A história de Baubo é a história de uma mãe (a Deusa Deméter) que perde a sua filha (Perséfone) o que a leva a uma depressão profunda…. Ela vagueia sem rumo e esperança pelos recantos da terra na tentativa de encontrar a sua filha mas quando as suas forças estão no limite e ela esta prestes a desistir eis que surge no seu caminho a velha Baubo. A velha picara começa a brincar com Deméter e acaba por levantar a sua saia e mostra a sua vulva a mãe desesperada. Aquele momento é um momento de cumplicidade e companhia, é o momento no qual (re)nasce o riso da Deusa aliviando um pouco o seu sofrimento. Baubo e Deméter bebem e comem juntas até que com ajuda dos outros deuses e deusas conseguem a libertação de Perséfone, que tinha sido raptada. Quando mãe e filha se reencontram tudo volta a florescer na Terra.

Com esta história e com muitas outras podemos ver como as mulheres sentem a sua vulva como um símbolo de alegria, de poder, de valor e de cumplicidade com as outras mulheres.

A força da Vulva foi reconhecida também por grupos de mulheres feministas, que na década dos anos 70 criaram grupos de autoconhecimento do seu corpo, nomeadamente da sua vulva.

Tocar e sentir os nossos corpos. 
Habita-los. Fazê-los nossos. 
Reclamar o prazer que por tanto tempo foi negado às mulheres.

Nos dias de hoje, muitas mulheres e grupos sabem a importância, de olhar, de nomear e conhecer o seu corpo. Por isso, convido-vos a vir até a livraria Confraria Vermelha [também vão poder estar connosco online :)] para fazermos um patchwork de histórias de mulheres que reencontram entre as suas pernas uma razão para sorrir, para celebrar o prazer, a vida e a companhia de outras mulheres.

É com a história de Baubo e com muitas outras histórias que vamos celebrar no próximo 6 Março de 2016 o

Dia da Visibilidade da Vulva

cartaz - vulva não é uma palavra feia

Estão convidadas para a festa na qual a nossa Vulva é a protagonista… vamos olhar para o nosso corpo com o nosso olhar, vamos tocar o nosso corpo com as nossas próprias mãos e vamos sorrir para o nosso corpo com o nosso próprio sorriso.

NOTA: O Dia da Visibilidade da Vulva é uma proposta lançada em Março 2015 pelo o colectivo “Vulva Sapiens”. A qual a Livraria Confraria Vermelha se querer juntar em 2016

Vamos ter as seguintes actividades

  • WORKSHOP GINÁSTICA PÉLVICA- Com Marta Conceição, professora certificada de Pilates Tradicional e directora do The Element Pilates Studio
  • WORKSHOP POM.PO.AR – A arte de controle e movimento dos músculos vaginais – Com Carmo Gê Pereira, educadora sexual de adultos
  • Sessão de Contos “Espelho meu, Espelho meu… há alguma Vulva mais linda do que eu?!” – Com a contadora de histórias Capuchinha Vermelha

NOTA 1: Workshops não-heteronormativos – aberto a todxs, independentemente da sua orientação sexual, no entanto por razões anatómicas, apenas a portadorxs de bio-vaginas.

NOTA 2: Sessão de contos para maiores de 13 anos.

NOTA 3: Marta Conceição»» e Carmos Gê Pereira»», esta post é também o convite para trazerem o vosso trabalho até a Livraria Confraria Vermelha. Esta é a vossa casa, sabem que admiro o vosso trabalho o qual recomendo a todxs conhecer.

LIVROS e outras sugestões

Se ficaram interessadas nas práticas de autoconhecimento (selfhelp) e no simbolismo da nossa Vulva ao longo da história aqui ficam algumas recomendações literárias e não só.

Vagina__Uma_nova_5331b52ae2e73_132x180 A primeira sugestão é um livro que eu adorei ler (e que fiquei brava da vida quando o perdi, não se podem perder livros. É uma heresia.). Eu gostei particularmente deste livro porque mistura uma visão nova do ponto de vista da ciência, com a história pessoal e a cultural para rever de forma radical a nossa maneira de entender a vagina e vulva e por consequência entender/olhar para as mulheres. Estou a afalar do livro “Vagina. Uma biografia” de Naomi Wolf. A autora escreve sobre a relação que ocorre entre a experiencia que as mulheres têm da vagina e o cérebro ou o sentido de si mesmas.

Livro disponível na TUA LIVRARIA»»

Capa da Edição espanhola
Capa da edição espanhola

A segunda sugestão é para vos convidar a ir até a origem das coisas. O que mais me impressionou neste livro foi o início do ensaio que já nos mostra que vai ser uma leitura para trazer até a luz “o desconhecido” dos nossos genitais… para nos fazer vaguear por entre as histórias, os mitos e fábulas (deliciosas de ler) que povoam a nossa VULVA. Até a pouquíssimo tempo não sabíamos quase nada da genitália feminina e se sou sincera não sei se sabemos muito mais do que descrever a sua anatomia por isso atrevam-se com este livro a conhecer o que esta do outro lado do espelho, a conhecer história vulvar cheia de imagens e contos que nos desvelam de forma deliciosa aquilo que nos têm ocultado. Este pequeno tesouro é o livro “Vulva. A revelação do sexo invisível” de Mithu M. Sanyal. Até a data, desta publicação, o livro não esta traduzido para português por isso a tradução do título é da minha responsabilidade. (NOTA: editoras portuguesas ofereço-me para traduzir caso queiram publica-lo em português para deleite das leitoras vermelhas).

Vamos tê-lo na livraria mesmo em versão original, visita a TUA LIVRARIA»»

557124_0A terceira sugestão é um livro que me passou pelas mãos em 1998, era eu uma adolescente e recordo-me que criou polémica a sua capa naquela época, pode parecer-vos caricato mas é verdade. O livro em questão é “Cunnus” de Alberto Hernando. Este terceiro livro apresenta uma visão diferente. O cunnus, a vulva desde o paradigma masculino, é um espaço paradoxal: desencadeia uma variedade de fantasmagorias sexuais, exaltações, desejos; é lhe rendida homenagem ao transforma-la em objecto artístico, ou mitificando-a; apalpa-se, lambe-se e cheira-se com detalhe lubrico; é temida e venerada.

Livro disponível na TUA LIVRARIA»» para venda e requisição (sim vamos ter livros para requisição, fiquem atentas que dentro de uns dias eu conto tudo. Palavra de Confreira.).

Capa da edição brasileira, gostei do nome da editora que edita o livro no Brasil. Hahaha
Capa da edição brasileira, gostei do nome da editora que edita o livro no Brasil.

A quarta e última sugestão literária de hoje é a “História de V” de Catherine Blackledge. Este livro veio parar-me as mãos por acaso e assim por acaso gostei muito. Quem me conhece deve estar a pensar, se fala de Vulvas é normal que ela tenha gostado. É verdade o meu fascínio por Vulvas precede-me mas vá, também não gosto de tudo!!! Mas gostei deste livro “A História da V” apesar de ser uma apresentação exaustiva sobre o modo como a vagina aparece registada na cultura é de leitura amena e entretida para quem gosta de história, cultura popular e mitologia. Pelas suas páginas podemos ir desde a pré-história, quando era objecto de veneração, até à actualidade, em que é entendida como o epicentro do prazer sexual feminino e da criação da humanidade. De todos os órgãos do corpo humano, a vagina é o que permanece mais obscuro, mais envolto em mitologias redutoras. Catherine Blackledge propõe uma visão mais abrangente. Nas páginas deste livro, ela investiga o verdadeiro papel da vagina, na reprodução e no prazer sexual, ao mesmo tempo que vai desvendando as maravilhas escondidas do sexo feminino.

Livro disponível na TUA LIVRARIA»» para venda e requisição.

IMG_9365
Brevemente com + um modelo e com uma sebenta revista e melhorada. Para celebrara a abertura»» da Livraria Confraria Vermelha 

A quinta sugestão não é um livro é um KIT para EXPLORADORAS VULVARES. Se querem olhar para o vosso corpo com o vosso olhar, se querem tocar o vosso corpo com as vossas próprias mãos e se querem sorrir para o vosso corpo com o vosso próprio sorriso, este é o vosso KIT. O Kit Exploradora  Vulvar inclui: 1 Tote Bag Vulvar + 1 Espéculo Ginecológico com bolsa para o guardar + 1 Espelho de mão com bolsa  + 1 Sebenta da Exploradora Vulvar. Mais informação sobre o Kit aqui»»

Kit disponível na TUA LIVRARIA»»

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

E não se esqueçam que continuamos em contagem decrescente para fazermos acontecer juntas. 
Temos 1 semana e 4 dias para tornar este projecto uma realidade. 
 APOIA»» e anima os teus amigos e amigas a fazer o mesmo.

Um abraço da vossa livreira vermelha ;)

Image and video hosting by TinyPic

© Confraria Vermelha – Livraria de Mulheres, 2015

Anúncios

A tua opinião é importante

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s